Aprenda a calcular o valor da hora extra de seus funcionários

Aprenda a calcular o valor da hora extra de seus funcionários

Você sabia que para um funcionário trabalhar durante os finais de semana ou fora de seu horário normal de trabalho existem algumas regras que seguem conforme a legislação do nosso país? Saiba aqui algumas dicas para seguir conforme a lei com os seus funcionários:

 

Para calcular o valor da hora extra é necessário, primeiramente, saber o valor da hora trabalhada do empregado, que vamos chamar de salário-hora.

Para saber quanto o funcionário ganha por hora, divida o salário pelo total de horas trabalhadas por mês. O resultado dessa conta é o salário-hora.

Agora, acrescente 50% (se essas horas ocorrerem em dias normais) ou 100% (se ocorrerem em finais de semana ou feriados) ao salário-hora, que é o percentual legal da hora extra. O resultado desta conta será o valor de uma hora extra.

Por fim, multiplique o valor de uma hora extra pelo número de horas trabalhadas a mais. Assim, saberá o total em dinheiro que deverá ser pago ao funcionário no final do mês, além do salário normal.

Acrescente a este cálculo o pagamento do DSR – Descanso semanal remunerado – que é feito da seguinte forma:

Hora Extra / nº de dias úteis X nº de dias não trabalhados no mês (domingos ou feriados)

 

A partir de quanto tempo as horas extras passam a ser direito adquirido do funcionário?

As horas extras podem ser agregadas ao salário após dois anos, período necessário para dizer que começaram a fazer parte da remuneração. Este tipo de situação também pode ser previsto por convenções coletivas.

Atualmente, pela jurisprudência do Tribunal Superior do Trabalho, se as horas extras prestadas com habitualidade forem suprimidas, deverá ser paga uma indenização correspondente ao valor de um mês das horas suprimidas para cada ano ou fração igual ou superior a seis meses de prestação de serviços acima da jornada normal.

 

Quais são os direitos de quem trabalha sábados e domingos e feriados?

Quem trabalha durante o dia de folga tem direito a receber a remuneração em dobro das horas trabalhadas, ou seja, ganhar duas vezes mais do que ganharia num dia normal. O dia de folga do funcionário não é necessariamente sábado ou domingo. Algumas empresas estabelecem outros dias para o descanso (pré-estabelecidos). Assim, essa remuneração em dobro só será devida se o funcionário trabalhar no dia da sua folga (independentemente de ser sábado ou domingo) e não tiver outro para descansar. Entende-se por “receber em dobro”, que o funcionário já recebe o dia de descanso mesmo não comparecendo ao trabalho, porém, caso trabalhe nesse dia, receberá novamente.



Fonte: http://www.mazzolanet.com.br/destaque.asp?id=1392#.VTk4Za1VhHw

  • Compartilhe:
Imprimir
  • Receba essas Ofertas por e-mail

    Cadastrar
  • Vá até o Maxxi mais próximo

  • Sem tempo? Compre por telefone

Formas de Pagamento

Crédito:
Crédito (Parcelado):*

*Consulte condições e as categorias de parcelamento nas lojas.

Débito:
Cartões Walmart:
  • Cartão alimentação*

  • Cartão super compra

  • Cartão super premiação

*Consulte disponibilidade nas lojas.

Acompanhe o Maxxi Atacado

Televendas

Selecione uma unidade

Cadastre seu e-mail
e receba as promoçoes!

E-mail cadastrado com sucesso