3 Passos para montar o melhor Hot Dog da região

3 Passos para montar o melhor Hot Dog da região
1. Invista no planejamento do dinheiro
Organizar os gastos é importante para começar o seu negócio com o pé direito. Procure
economizar a quantia certa das despesas iniciais e das mensais que precisará gastar pelo
menos nos primeiros meses. Essa é uma forma de garantir as vendas mesmo que o carrinho
não dê lucro no começo.
Descobrir quanto você precisa para abrir um negócio é o primeiro passo para fazê-lo dar certo!
Confira os custos necessários para montar o seu carrinho de cachorro-quente.
- Despesas iniciais da montagem:
Carrinho de cachorro quente = de R$ 600 a R$ 5.000.
Os modelos são variados – e os preços também! Mas na hora de comprar o seu carrinho, não
deixe de verificar se o compartimento térmico dele tem espaço suficiente para você armazenar
os alimentos ou as bebidas que pretende vender.
A quantidade dos compartimentos de cozimento também é um ponto importante. Se você
tiver dois compartimentos, consegue cozinhar a salsicha em um espaço e o molho no outro, por exemplo. Assim, consegue servir tudo sempre quente, o que pode ser um diferencial no
seu negócio.
Investir em um toldo na estrutura do carrinho ou comprar um modelo que tenha essa opção
venha é essencial para protegê-lo do sol e da chuva, evitando que as vendas caia muito por
conta das mudanças do tempo.
Kit de cachorro-quente móvel = de R$ 700 a R$ 1.500.
Com este kit, você transforma o seu carro em uma barraquinha de hot-dog. Ele pode ser uma
solução para venda em portas de baladas, shows, estádios, eventos etc, pois a principal
característica deste carrinho é a mobilidade. Se você escolher esse modelo, prefira vender um
cachorro-quente tradicional, sem muitas mudanças, pois o seu público vai mudar conforme
você estacionar em outro lugar.
 
2. Cuide da limpeza do carrinho e do armazenamento dos alimentos
A manipulação adequada dos alimentos e a limpeza do ambiente são importantes em qualquer
ramo que envolva alimentos! “A forma de guardar a comida merece muita atenção! Além de
não perder todo o produto, você traz segurança para o consumidor ao fornecer condimentos
sempre frescos e limpos”, ressalta Clausimara. A salsicha e a maionese são as grandes vilãs do
cachorro-quente. “Prefira o tipo em sachê, pois você terá menos trabalho, ele é mais seguro
para o seu cliente e também deixa a venda mais dinâmica”, explica a consultora do Sebrae.
Quanto às salsichas, não se esqueça de cozinhá-las em água fervendo! Isso garante que
qualquer bactéria seja eliminada. Ah! E sempre armazene os pacotes em um local refrigerado.
 
3. Pense bem na escolha do lugar
O ponto de venda do seu carrinho de cachorro-quente deve ser decidido com atenção. “É
importante fazer uma pesquisa sobre o público daquela região para oferecer o que eles
querem comer”, explica Clausimara. Se o seu carrinho estiver perto de escolas, opte por um
cachorro quente simples. Afinal, as crianças costumam gostar do hot-dog tradicional: sem
purê, milho, vinagrete e outros condimentos. Por outro lado, caso escolha um ponto perto de
universidades ou em locais movimentados, talvez seja interessante oferecer um cachorroquente
com mais opções de complementos.
Dependendo da região em que você está, considere oferecer diferentes tipos de salsicha,
como nos sabores frango ou peru, que são mais saudáveis. Ou seja: estude o seu público!
 
FONTE: https://konkero.com.br/financas-pessoais/seu-negocio/3-passos-para-montar-umcarrinho-de-cachorro-quente
  • Compartilhe:
Imprimir
  • Receba essas Ofertas por e-mail

    Cadastrar
  • Vá até o Maxxi mais próximo

  • Sem tempo? Compre por telefone

Formas de Pagamento

Crédito:
Crédito (Parcelado):*

*Consulte condições e as categorias de parcelamento nas lojas.

Débito:
Cartões Walmart:
  • Cartão alimentação*

  • Cartão super compra

  • Cartão super premiação

*Consulte disponibilidade nas lojas.

Acompanhe o Maxxi Atacado

Televendas

Selecione uma unidade

Cadastre seu e-mail
e receba as promoçoes!

E-mail cadastrado com sucesso